Triste saber que o tempo não volta

janeiro 26, 2010 por  
Arquivo em Destaques, Poesias

ops

É manhã ainda e estou a refletir,
como seria bom voltar ao tempo decorrido,
refazer atos e reviver o sorrir
desse tempo passado.

Triste saber que o tempo não volta eu poderia
abraçar quem deveria ter abraçado,
ajoelhar aos pés de pessoas de valor,
sentir novamente ao meu lado
aquele que é o verdadeiro Amor.

Triste saber que o tempo não volta eu gostaria de
ouvir e ver pessoas que tenham partido,
beijar quem deveria ter beijado,
sorrir por quem deveria ter sofrido
e dizer no ouvido que estou arrependido.

Triste saber que o tempo não volta eu digo
seria maravilhoso ter a chance de não magoar,
de segurar com mais força o vaso da felicidade,
que pela nossa maneira de Amar
caiu e seus pedaços nos feriram de verdade.

Triste saber que o tempo não volta eu diria mais
palavras de conforto para nos fortalecer,
eu tremeria ainda mais de paixão,
completaríamos ainda mais nosso viver,
e ouviria menos bem menos a razão.

Triste saber que o tempo não volta
quem sabe terei uma chance nesse tempo que ainda tenho,
pois ainda respiro e meu coração continua a bater,
bate mais lentamente eu confesso,
talvez esperando meu regresso,
ao caminho da felicidade,
pode ser que eu volte e consiga encontrar a trilha certa,
morrerei tentando essa é a palavra certa,
mas continuarei dizendo,
"Triste saber que o tempo não volta"

Ouça essa Poesia:

 

Por Adilson Costa

Quem sou eu para ficar triste

Get Adobe Flash player
Não deixe de ler também ..
” Não peço a Deus uma estrada sem obstáculos, peço coragem para escalar alturas, força para superar as intempéries da viagem, ânimo nos momentos de exaustão e cerveja gelada quando me der sede” Adilson Costa